8 razões para apostar [neste ativo]

  • As razões pelas quais possuo ouro e prata de verdade…
  • Quarenta e cinco por cento de toda a prata extraída é consumida em…
  • Por que acredito que esse será o investimento mais espetacular dos últimos anos…

Caro leitor,

A prata teve um desempenho apagado em 2019, mas, à medida que o apetite dos investidores por ouro aumenta, a prata pode compartilhar a prosperidade do metal amarelo.

“É difícil ser pessimista sobre a prata nesses níveis”, com preços que não incentivam o aumento da oferta, explica Maria Smirnova, gerente sênior de portfólio da Sprott Asset Management, sediada em Toronto.

Os contratos de futuros de prata chegaram a US$ 14.867 em 2019, queda de mais de 4%, após a perda de mais de 9% em 2018. Por outro lado, as negociações do ouro, a US$ 1.293,30 a onça, subiram 1% em 2019, a caminho de recuperar metade de sua perda de pouco mais de 2% em 2018.

“Esperamos que a prata supere o ouro”, diz Smirnova. “A prata carecia de demanda de investimentos de varejo, portanto, uma recuperação sustentada do ouro levará os especuladores a comprarem prata”.

O mercado de ações é esquizoide — sobe um dia e desce no dia seguinte. Se você atua como day trader, essa volatilidade é um paraíso; se estiver se preparando para a aposentaria, provavelmente chegará perto de sofrer um ataque cardíaco.

Razões para possuir ouro e prata reais

Observe, novamente, que digo que possuo ouro e prata de verdade. Eu não digo “eu invisto” ou “eu negocio” — estou dizendo que possuo ouro e prata reais. Existem oito razões para eu ver diferenças entre uma coisa e outra.

Eu não confio em dinheiro falso. E eu não confio em mim. Eu sei que não sei tudo. Eu não tenho todas as respostas. Não posso prever o futuro, mas sei que devo me preparar para o futuro.

Não confio nas elites que comandam nossos governos, bancos ou Wall Street. Não confio em quem imprime dinheiro falso.

Eu possuo ouro e prata porque confio em ouro e prata reais. Eu confio no dinheiro real da natureza.

Ouro e prata reais estão aqui desde que a Terra foi formada. Ouro e prata estavam aqui antes das baratas e permanecerão aqui muito tempo depois que as baratas se forem.

Acredito que a maior oportunidade hoje seja relacionada à prata. Eu acho que esse metal precioso está prestes a se tornar o investimento mais espetacular dos últimos anos — maior que o petróleo, ainda maior que o Google.
Tudo o que reluz
Veja algumas justificativas:

A prata é uma mercadoria industrial consumível.

É usada em computadores, telefones celulares e relés elétricos. Isso significa que, à medida que países como China, Índia e Vietnã e regiões como a Europa Oriental se modernizarem, a demanda por prata aumentará.

A prata também é aplicada na medicina. Um uso pouco conhecido é como bactericida, um papel que a prata exerceu ao longo da história. Atualmente, dispositivos médicos, como cateteres e estetoscópios, usam prata, e todos os hospitais do mundo ocidental usam sulfadiazina de prata para prevenir infecções.

A prata é mais escassa que o ouro.

O ouro é armazenado. Estima-se que 95% de todo o ouro já extraído ainda esteja presente. O oposto exato é verdadeiro sobre a prata: cerca de 95% de toda a prata já extraída foi consumida.

Quarenta e cinco por cento de toda a prata extraída são consumidos com fins industriais. As joias representam 28%, e 20% foram consumidos na fotografia. Apenas 5% foram aplicados em moedas.

Os suprimentos de prata estão se esgotando.

Em 1900, estimava-se que o mundo tivesse 12 bilhões de onças de prata. Em 1990, havia caído para 2,2 bilhões de onças. Em 2007, o suprimento caiu para 300 milhões de onças.

Algumas das previsões mais pessimistas estimam que o mundo ficará sem prata em cerca de 10 anos. Isso pode ser catastrófico para a economia mundial. Em 10 anos, a prata pode ter tanto impacto na economia mundial quanto o petróleo de US$ 200 por barril.

Um porto seguro?

Como metal precioso, a prata também é dinheiro. E à medida que o dólar cai, o ouro e a prata são vistos como uma proteção contra a desvalorização. À medida que mais e mais pessoas acordam para a realidade de que seu dinheiro é descartável, o mercado imobiliário é uma aposta e o mercado de ações é muito volátil, a prata pode ser um ótimo porto seguro.

No momento da redação deste artigo, a prata custa aproximadamente US$ 13 a onça. Se o consumo industrial continuar e o pânico financeiro chegar, quem sabe até que ponto o preço vai subir? Entre 1979 e 1980, a prata chegou a US$ 48 a onça. Nos dólares de hoje, isso seria o equivalente a US$ 80 a onça.

É por isso que acho que agora é a hora de pensar em comprar prata.

Mas aconteça o que acontecer…

Não compre “prata de papel”!

Existem todos os tipos de opções para “investir” em prata. ETFs, certificados, ações de mineração e fundos conjuntos para citar alguns…

O que significa que você de fato não possui o metal físico. Você possui um pedaço de papel.

Agora, não me interprete mal. O metal de papel é ótimo para quem deseja especular sobre o preço da prata, mas isso não é para mim.

Eu quero possuir o metal físico real. Não um pedaço de papel que afirma que possuo prata.

Mas possuir metais preciosos físicos envolve seus próprios desafios.

Imagine que você acabou de comprar US$ 10.000 em prata física. Agora você precisará armazená-la em algum lugar. E como você também deve saber, se decidir armazenar metais preciosos em um cofre ou cofre mantido por um banco, o governo dos EUA teoricamente poderia considerá-lo como parte de uma “fiança”.

Então você pode pensar que a única maneira segura de armazenar seus metais é em algum cofre oculto sofisticado ou em um buraco no chão de seu quintal.

Mas, essa estratégia tem algumas desvantagens que você precisa conhecer, a maior delas sendo o seguro.

Se você possui metais preciosos em sua posse e deseja um seguro, agora precisa comprar uma apólice de seguro, porque a grande maioria das apólices de proprietários limita ou exclui metais preciosos.

Isso cria três grandes problemas.

Primeiro, alguém agora sabe quanto ouro você guarda em casa.

Segundo, o metal é protegido apenas no valor que você contratou, não no valor total da reposição. O maior problema aqui é que isso significa que você será compensado em dinheiro –– não em ouro físico –– se reivindicar o seguro.

Terceiro, se você decidir posteriormente que deseja converter metais preciosos para alguma espécie de moeda, terá que lidar com a venda de prata.

Eu quero dizer o seguinte…

Considere por um momento que você deseja vender esses US$ 10.000 em prata em algum momento no futuro. Como fazer isso?

Bem, supondo que você já conheça um revendedor de confiança que pagará um preço justo…

O revendedor fará algumas perguntas. Em primeiro lugar, “O que você está vendendo é genuíno?” E, em segundo lugar, “É seu?”

Todo esse processo de “confiança” gera atrito, o risco percebido aumenta o custo e reduz o preço pago, o que acaba reduzindo o seu retorno.

Mas e se o revendedor souber com certeza que o que você está vendendo é da mais alta qualidade e na forma mais líquida de barras de prata do mundo hoje? De fato, o revendedor estaria disposto a comprá-lo sem olhar.

Uma descoberta preciosa para investidores

Minha previsão é que a demanda industrial por prata continuará a aumentar à medida que o mundo em geral se tornar mais modernizado. Ao mesmo tempo, à medida que o dólar é desvalorizado em relação ao poder de compra, o investidor médio acorda para a vantagem de possuir ETFs de prata e começa a comprá-los.

Consequentemente, o ETF esgotará o suprimento de prata para a indústria. Em um futuro próximo — talvez daqui a dois a cinco anos — essas duas forças colidirão e o preço da prata subirá mais rapidamente do que qualquer outra coisa no mercado hoje.

Pessoalmente, me interessei pela prata em 1957, aos 10 anos, quando comecei a colecionar moedas. Tornei-me um verdadeiro catador de prata quando, em 1965, o governo federal retirou as moedas de prata da circulação e reduziu o conteúdo de prata de um dólar de prata de 90% para 40%. Imediatamente comecei a pegar sacos de moedas do banco local e vasculhá-los em busca de moedas de prata real.

Eu nem desconfiava que estava me comportando de acordo com a Lei de Gresham, que afirma que o bom dinheiro se esconde quando o dinheiro ruim entra no sistema. Hoje, ainda tenho as moedas de prata que guardei quando criança.

Embora seja verdade que eu poderia ter lucrado mais investindo meu dinheiro em outras coisas, que não moedas, meu amor pela prata me levou a observar e entender esse mercado. Depois de cinco décadas, tenho certeza de que a prata logo surgirá não apenas como um bom investimento, mas como um investimento espetacular — talvez até o investimento mais lucrativo de uma vida.

 

Robert Kiyosaki

Conteúdo Publicitário

Quer Deixar de Ser um Escravo do Trabalho?
Então você PRECISA entrar no jogo dos ricos

Antes de escrever Pai Rico, Pai Pobre, o livro de finanças pessoais mais vendido da história…

Robert Kiyosaki chegou a precisar viver dentro do seu carro.

Antes de se tornar um milionário, ele precisou entender o jogo dos ricos…

Só então conseguiu construir várias fontes de renda passiva.

Hoje, Robert quer compartilhar com você 16 Estratégias de Renda Extra que Vão Acelerar Sua Liberdade Financeira… GRÁTIS.

 

Clique Aqui para Mais Detalhes.