O que é verdadeiro num mundo “Fake”

  • Hoje, o mercado de ações está mais ___ do que nunca …
  • Informações falsas e nocivas estão sendo ensinadas por nossos professores…

Caro leitor,

Quando escrevi Pai rico, pai pobre em 1997, minha intenção era vender o jogo de tabuleiro que Kim e eu criamos chamado CASHFLOW®. Nunca, em toda a minha vida, eu poderia imaginar que se tornaria o livro de finanças pessoais mais vendido de todos os tempos. Dizem que a obra mudou a maneira como as pensam sobre dinheiro.

Meu mais novo livro, Fake: Fake Money, Fake Teachers, Fake Assets, lançado em 16 de abril do ano passado, aborda as razões da crescente diferença entre os ricos e os pobres e a classe média — e o que podemos fazer ao escolhermos nossos líderes e nossos professores.

Pode ser o livro mais importante que já escrevi. Por este motivo:

 

Esse gráfico representa o aumento do índice Dow Jones Industrial Average de 1895 a 2015, em 120 anos de história. As áreas sombreadas são recessões.

Você pode ver que a grande depressão de 1929, uma queda que levou o país a mais de duas décadas de devastação econômica, foi apenas um pontinho. Um pontinho minúsculo. E quase aniquilou os EUA.

A Segunda-Feira Negra de 1987, que colocou o mundo em pânico, foi novamente apenas um pequeno mergulho, em comparação. De lá, você pode ver a rápida ascensão do DJIA e os grandes colapsos que se sucederam.

Hoje, o mercado de ações está mais em alta do que nunca. A questão é: até que ponto vai subir, e até onde vai cair? Porque isso é natural. Mercados sobem e caem. Hoje, essas quedas podem ser maiores do que nunca.

Quando o próximo colapso ocorrer, poderá acabar com a classe média e os pobres. E tudo por causa de dinheiro falso, professores falsos e ativos falsos. Quero salvar o maior número possível de pessoas. Essa é uma das razões pelas quais escrevo.

As elites estão se tornando mais ricas, e você, mais pobre, com dinheiro, professores e ativos falsos.

Li um artigo na revista “Time”. Em 28 de maio de 2018, eu estava passando por uma banca de jornais, examinando pilhas e pilhas de revistas quando a capa da “Time” me chamou a atenção com o título “Como minha geração destruiu a América”, de Steven Brill.

O artigo fala sobre elites acadêmicas, e Brill conhece bastante a elite. Ele faz parte dela e frequentou a Deerfield Academy, uma escola preparatória de elite em Massachusetts, depois se formou na Universidade de Yale e na Escola de Direito da Universidade de Yale.

Algumas citações do artigo de Steven Brill:

À medida que minha geração de empreendedores [Baby Boomers] se formou em universidades de elite e fez a transição para o mundo profissional, seus sucessos pessoais geralmente tiveram sérias consequências sociais.

Tradução: a elite foi gananciosa ao cuidar de seus interesses, às custas dos outros.

Eles criaram uma economia baseada em negócios que movimentavam ativos em vez de criar novos.

Tradução: as elites se concentraram em enriquecer, em vez de criar novos negócios, novos produtos, mais empregos e reconstruir a economia dos EUA.

Eles criaram instrumentos financeiros exóticos e arriscados, incluindo derivativos e CDSs (credit default swaps), que produziam altos lucros imediatos, mas separavam os que corriam o risco daqueles que sofreriam as consequências.

Tradução: as elites criaram ativos falsos que enriqueceram a ela mesma e a seus amigos e enganaram todo mundo. Quando a elite fracassava, recebia bônus. A mamãe, o papai e os filhinhos pagariam pelos fracassos da elite por meio de aumentos de impostos e inflação.

Robert Kiyosaki

Conteúdo Publicitário

GRÁTIS!

LANÇAMENTO NO BRASIL – Novo Livro de Robert Kiyosaki… 

A Verdade Sobre o Dinheiro é um livro inédito, feito exclusivamente para leitores da Agora Financial como você.

 

Nessa obra incrivel, Robert mostra quais são as 25 mentiras sobre dinheiro que estão te impedindo de ter sua liberdade financeira…

É uma leitura imperdível! 

Baixe Aqui sua cópia gratuita de A Verdade Sobre o Dinheiro!