8 principais índices de investimento que você precisa conhecer

  • O percentual ideal de margem bruta depende do… 
  • Isto precisa ser levado em conta na estrutura de custos de todo negócio…
  • Quase toda empresa precisa pegar dinheiro emprestado para…

Caro leitor,

As sábias palavras do meu pai rico: “Os números contam a história”, valem para todos, seja você um investidor, dono do próprio negócio, ou esteja só pensando em começar.

Na escola, o boletim é o indicador de sucesso. Nos negócios, o indicador é seu balanço financeiro.

Se quiser ter sucesso nos negócios, precisa aprender a ler um balanço financeiro e tirar conclusões sobre a saúde e potencial de uma empresa com base nos fatos.

A seguir estão os 8 principais índices de investimento que você precisa conhecer.

  1. Percentual da margem bruta

Cálculo: percentual da margem bruta = margem bruta / vendas.

Margem bruta é a receita menos o custo. O Pai rico costumava dizer: “Se a margem bruta não existir, não haverá líquido”.

O percentual da margem bruta é o lucro bruto dividido pelo custos, que lhe fornecerá qual o percentual de vendas resta após a dedução dos custos dos bens vendidos.

O percentual ideal de margem bruta depende da organização do negócio e dos outros custos que precisa suportar. Por exemplo, após calcular o percentual da margem bruta, as lojas de conveniência do pai rico ainda tinham que pagar os funcionários, serviços, impostos e uma lista de outros gastos. Também tinham que ter o suficiente para proporcionar ao pai rico um bom retorno de seus investimentos.

Atualmente, se você tem um e-commerce, possivelmente, as despesas gerais são menores; então, é possível que consiga vender e lucrar ao mesmo tempo com um percentual da margem bruta baixo. No entanto, em todos os negócios, quanto maior a margem bruta, melhor.

  1. Percentual de margem operacional líquida

Cálculo: percentual de margem operacional líquida = EBIT / receita.

Esse índice dirá o lucro líquido das operações de um negócio antes dos impostos e o custo do dinheiro.

Lucro Antes dos Juros e Imposto (EBIT, sigla em inglês) é sua receita menos todos os custos do negócio, com exceção dos custos fiscais (juros, impostos e dividendos). O índice do EBIT para vendas é chamado de percentual de margem operacional líquida. Os negócios com uma alta margem operacional líquida são tipicamente mais fortes do que aqueles cujo percentual é baixo.

Quanto maior, melhor!

  1. Alavancagem operacional

Cálculo: alavancagem operacional = contribuição / custos fixos.

Os custos fixos de todas as empresas devem ser levados em consideração na estrutura dos custos. O percentual dos custos fixos é chamado de alavancagem operacional, e é calculado pela divisão da contribuição pelos custos fixos.

Contribuição refere-se à margem bruta (receita menos o custo dos bens vendidos) menos custos variáveis (todos os custos que não são fixos, mas variam com as vendas).

Exemplos de custos fixos são: a mão de obra, como funcionários de tempo integral; e a maioria dos custos relativos às instalações. Isso é o que a maioria das pessoas denominam de despesas gerais.

Normalmente, um negócio com a alavancagem operacional de 1, tem apenas o suficiente para pagar seus custos fixos. Isso significa que não teria nenhum retorno para os proprietários. Qualquer coisa acima de 1 indica que o negócio lucra. Novamente, quanto maior, melhor.

  1. Alavancagem financeira

Cálculo: alavancagem financeira = total do capital empregado / patrimônio líquido.

Quase toda empresa precisa pegar dinheiro emprestado para operar. A alavancagem financeira é um índice que se refere ao grau de dinheiro emprestado que uma empresa utiliza.

O total do capital empregado é o valor contábil de todas as dívidas remuneradas (excluindo as contas a pagar de bens a serem revendidos; passivos como salários, gastos e impostos devidos, mas ainda não pagos), mais todo o patrimônio dos proprietários.

Então, se você tem $50.000 em dívida e $50.000 de patrimônio líquido, sua alavancagem financeira será de 2 (ou $100.000 dividido por $50.000). Cada tipo de negócio possui diferentes padrões para medir a saúde da alavancagem financeira. Outros fatores como o fluxo de caixa e custo dos débitos, desempenham um importante papel no quadro geral da saúde financeira da empresa.

  1. Alavancagem total

Cálculo: alavancagem total = alavancagem operacional x alavancagem financeira.

Isto representa o risco total de uma empresa. A alavancagem total indica o efeito total que uma mudança nos negócios teria sobre os seus acionistas. A alavancagem total é calculada pela multiplicação da alavancagem operacional pela alavancagem financeira. Se você for o proprietário da empresa, precisa, pelo menos, ter o controle parcial da alavancagem total da empresa.

Se você estiver na bolsa de valores, a alavancagem total lhe ajudará a decidir se investe ou não em uma empresa. Bem administrada, de uma forma conservadora, uma empresa americana normalmente mantém sua alavancagem total abaixo de 5.

  1. Índice da dívida sobre o patrimônio líquido

Cálculo: índice da dívida sobre o patrimônio líquido = total de passivos / patrimônio total.

Esse é bem autoexplicativo. É a medida da parte de toda empresa (total de passivos) financiada por investidores externos em proporção a parte financiada por investidores internos (patrimônio total). A maioria das empresas tentam manter-se no índice one-to-one ou menor. Em termos gerais, quanto menor o índice da dívida sobre o patrimônio líquido, mais conservadora é a estrutura financeira de uma empresa.

  1. Liquidez corrente e seca

Cálculo: liquidez corrente = ativo circulante / passivo circulante.

Cálculo: liquidez seca = ativos líquidos ou (circulante – inventário) / passivos circulantes.

Liquidez corrente e seca lhe dirão se uma empresa terá ou não, ativos líquidos suficientes para pagar seus passivos no próximo ano.

Se uma empresa não tiver ativos circulantes suficientes para cobrirem seus passivos circulantes, normalmente é sinal iminente de problemas. Por outro lado, uma liquidez corrente e liquidez seca de 2 para 1 é mais apropriada.

  1. Retorno sobre o patrimônio líquido

Cálculo: receita líquida / patrimônio líquido médio.

O retorno sobre o patrimônio líquido é considerado um dos índices mais importantes. Ele permite a comparação entre o retorno de uma empresa aos seus investidores acionistas e investimentos alternativos.

O que dizem esses índices?

O Pai rico sempre me ensinou a considerar esses índices no período de três anos. A direção e as tendências lhe dirão muito a respeito de uma empresa, sua gestão e, até sobre os concorrentes.

Muitos relatórios publicados pelas empresas não incluem essas rácios financeiros e indicadores. Um investidor sofisticado aprende a calculá-los quando não são fornecidos.

No entanto, não podem ser usados no vácuo. Eles são indicadores, precisam ser estudados em conjunto com a análise total tanto da empresa quanto do setor. Por meio da comparação de dados no período de três anos entre empresas do mesmo setor, você consegue determinar rapidamente a força de uma companhia.

Por mais que, os índices possam parecer complicados no início, você ficará espantado do quão rápido poderá analisar uma empresa. Um exercício divertido é fazer o download de um balanço financeiro de uma empresa pública e calcular esses índices por conta própria.

Aprenda a encontrar as informações de que precisa e veja o que consegue aprender.

​Robert Kiyosaki

Conteúdo Publicitário