fbpx

Passos concretos para desbloquear seu gênio financeiro (parte 2)

  • Você está roubando seu bem mais precioso. Descubra como mudar isso.
  • Tome sua primeira decisão para guiá-lo pelo caminho do sucesso.
  • As coisas que você diz a si mesmo que estão atrasando sua vida.

Caro leitor,

Você é alguém que gasta tempo livre aprendendo sobre finanças.

Eu imagino que isso é porque você quer começar a escalada para a riqueza de forma independente.

Uma vida em que você não precisa depender de um emprego, de um mercado volátil ou de alguém, além de si mesmo, para criar a renda passiva de que precisa para ter uma vida confortável — e mesmo luxuosa.

Ontem, dei a resposta à sua pergunta: “Como eu começo?”

A Etapa 1 foi Encontrar uma razão maior.

Vamos ao próximo passo.

Parte 2: faça escolhas diáriaso poder da escolha

A escolha é a principal razão pela qual as pessoas querem viver num país livre. Desejamos o poder de escolher por nós mesmos.

Nossos hábitos de consumo refletem quem somos. As pessoas pobres geralmente têm maus hábitos de consumo.

Tive a sorte de trabalhar meus hábitos de consumo desde muito jovem: adorava jogar Banco Imobiliário. Ninguém me disse que o jogo era apenas para crianças, então eu continuava jogando depois de adulto.

Quando eu era criança escolhi ser rico e sabia que tudo o que eu tinha que fazer era aprender a adquirir ativos—ativos reais.

Meu melhor amigo, Mike, teve muitos ativos entregues a ele, mas ainda teve que aprender a mantê-los. Muitas famílias ricas perdem seus bens na próxima geração simplesmente porque não havia ninguém treinado para ser um bom administrador de seus ativos.

Para 90% da população, ser rico é muito trabalhoso.

É mais fácil inventar desculpas:

“Eu não estou interessado em dinheiro”

“Eu nunca serei rico”

“Eu não preciso me preocupar, ainda sou jovem”

“Quando eu ganhar dinheiro, pensarei em meu futuro”

“Meu marido/mulher lida com as finanças”.

O problema com essas ideias é que elas roubam duas coisas:

Uma é tempo, que é o seu bem mais precioso.

O segundo é aprendizado.

Não ter dinheiro não deveria ser uma desculpa para não aprender. Mas essa é uma escolha que todos fazemos diariamente: a escolha do que fazemos com nosso tempo, nosso dinheiro e o que colocamos em nossas cabeças.

Esse é o poder de escolha. Todos nós temos escolha. Decidi ficar rico há muito tempo, e faço essa escolha todos os dias.

Invista primeiro em educação. Na realidade, o único bem que você tem e que ninguém pode tirar é a sua mente, a ferramenta mais poderosa sobre a qual exercemos domínio.

Cada um de nós tem a escolha do que colocamos em nosso cérebro quando estamos com idade suficiente.

Você pode assistir TV, ler revistas, fazer um curso de cerâmica ou ir a uma aula sobre planejamento financeiro. Você é quem escolhe.

A maioria das pessoas simplesmente compra investimentos em vez de investir em aprendizado sobre investir.

Uma amiga minha recentemente teve seu apartamento roubado. Os ladrões levaram seus eletrodomésticos e deixaram todos os livros.

Todos nós temos essa mesma escolha. 90% da população compram televisores e apenas 10% compram livros de negócios.

Eu sempre vou a seminários.

Eu gosto quando eles duram pelo menos dois dias, porque eu prefiro mergulhar num assunto.

Em 1973, eu estava assistindo alguém na TV que estava anunciando um seminário de três dias sobre como comprar imóveis com pouco dinheiro. Eu gastei U$ 385 e esse curso me rendeu pelo menos U$ 2 milhões, se não mais.

Mais importante, me deu liberdade.

Eu não tenho que trabalhar para o resto da minha vida por causa desse único curso. Eu frequento pelo menos dois desses cursos todos os anos.

Eu amo audiolivros. O motivo: posso revisar facilmente o que acabei de ouvir. Eu estava ouvindo um investidor dizer algo do qual discordei completamente. Em vez de me tornar arrogante e crítico, eu simplesmente escutei esse trecho de cinco minutos 20 vezes, talvez mais.

Mas de repente, mantendo a mente aberta, entendi por que ele disse aquilo. Foi como mágica.

Eu senti como se tivesse uma janela na mente de um dos maiores investidores de nosso tempo. Eu ganhei uma percepção tremenda sobre os vastos recursos de sua educação e experiência.

O resultado final: ainda tenho o jeito antigo que costumava pensar e agora tenho uma nova maneira de ver o mesmo problema ou situação.

Eu tenho duas maneiras de analisar um problema ou uma tendência, e isso é inestimável.

Hoje, eu sempre digo: “Como Donald Trump faria isso, ou Warren Buffett ou George Soros?”

A única maneira de acessar seu vasto poder mental é ser humilde o suficiente para ler ou ouvir o que os outros têm a dizer.

Pessoas arrogantes ou críticas são frequentemente pessoas com baixa autoestima que têm medo de assumir riscos.

Isso porque, se você aprender algo novo, saberá que terá que cometer erros para entender completamente o que aprendeu.

Se você tem lido essas edições diárias, a arrogância não é um de seus problemas.

Pessoas arrogantes raramente leem ou ouvem especialistas. Por que deveriam? Elas são o centro do universo.

Existem tantas pessoas “inteligentes” que discutem ou defendem quando uma nova ideia colide com a maneira como pensam.

Nesse caso, a chamada inteligência combinada à arrogância é sinônimo de ignorância.

Cada um de nós conhece pessoas altamente educadas, ou acredita que elas sejam inteligentes, mas seu balanço mostra um quadro diferente.

Uma pessoa verdadeiramente inteligente acolhe novas ideias, pois novas ideias podem contribuir para a sinergia de outras ideias acumuladas.

Ouvir é mais importante do que falar.

Muitas pessoas pensam com a boca em vez de ouvir para absorver novas ideias e possibilidades. Elas discutem em vez de fazer perguntas.

Percorri um longo caminho para construir meu patrimônio. Eu não adoto a mentalidade de enriquecimento rápido que a maioria dos jogadores de loteria ou de cassinos tem.

Se você quer pilotar um avião, eu aconselho a ter aulas primeiro. Sempre me surpreendo com as pessoas que compram ações ou imóveis, mas nunca investem em seu maior ativo, sua mente.

Só porque você comprou uma casa ou duas isso não faz de você um especialista em imóveis.

Eu tive a humildade necessária para estar disposto a aprender.

E eu tive a motivação para realmente fazer isso, porque eu sabia que eu não sabia tudo o que precisava.

Descubra para onde deseja que seu dinheiro flua. Reconheça sua falta de conhecimento. Se dedique a aprender com as pessoas prontas e dispostas a ensinar.

Grande abraço,

Robert Kiyosaki