fbpx

7 tipos de inteligência (e a que pode te ajudar a ficar rico)

Robert Kiyosaki

Caro Leitor,

Cada um de nós é diferente.

Todos nós temos diferentes pontos fortes e pontos fracos. Por isso não recomendo que ninguém faça o que eu faço. Embora seja bem fácil ser um empreendedor, ser um empreendedor rico não é fácil. O mundo está repleto de empreendedores medianos. O mesmo vale para o mercado imobiliário. O mundo está cheio de investidores do mercado imobiliário que não ganham muito dinheiro.

Nós todos temos um talento ou uma genialidade únicos. Se as pessoas querem ficar ricas, talvez até mesmo super ricas, elas precisam encontrar um ambiente que as permita desenvolver e aplicar sua genialidade.

Ao longo da minha pesquisa, eu descobri o livro “Estruturas da Mente – A Teoria das Inteligências Múltiplas”, de Howard Gardner. Seu trabalho era de expansão e validação da mente. Seu livro validou o que eu intrinsecamente sabia: eu simplesmente não tinhas as inteligências reconhecidas pelo sistema escolar, que são predominantemente linguística e lógico-matemáticas.

Essa é uma das razões de eu ter sido reprovado em Inglês duas vezes no ensino médio. Eu não era bom em escrever, soletrar, em pontuação. Eu não sou linguístico e não sou lógico.

Em vez de olhar para a inteligência de uma forma restrita como a escola e o Quociente de Inteligência (QI) fazem, Gardner propõe que as pessoas têm diferentes tipos de inteligência nas quais se destacam. As pessoas geralmente não se destacam em apenas um tipo de inteligência, mas, ao contrário, há várias inteligências nas quais são fortes.

A seguir, breves descrições das sete inteligências de Gardner:

  1. Verbal-linguística: As pessoas dotadas de inteligência verbal-linguística são boas em ler, escrever e memorizar palavras e datas. Elas aprendem melhor lendo, fazendo anotações e ouvindo palestras. Essas pessoas têm o lado esquerdo do cérebro como dominante. A escola é relativamente fácil para quem é dotado desse tipo de inteligência. A maioria dos estudantes nota “A” são fortes na inteligência verbal-linguística. Muitos se tornam jornalistas, advogados, escritores e médicos.
  2. Lógica-matemática: Os beneficiados com esse tipo de inteligência vão bem em matemática. Eles têm facilidade com números, problemas numéricos, lógica e abstrações. Essas pessoas com frequência têm o lado esquerdo do cérebro como dominante. Os estudantes com esse tipo de inteligência também se dão bem em ambientes educacionais tradicionais e geralmente são alunos nota “A”. Muitos acabam se tornando engenheiros, cientistas, médicos, contadores e analistas financeiros.
  3. Cinestésica-corporal: Esses estudantes são com frequência dotados fisicamente. Eles tendem a aprender melhor em movimento e fazendo. Essa inteligência se manifesta por meio da academia, do futebol, estúdios de dança, aulas de atuação, marcenaria, mecânica. Atletas profissionais, dançarinos, atores, modelos, cirurgiões, bombeiros, soldados, policiais, pilotos e mecânicos são geralmente dotados dessa inteligência.
  4. Espacial: Esta inteligência é forte nas artes, visualização, design e na resolução de quebra-cabeças. Essas pessoas geralmente têm o lado esquerdo do cérebro como dominante. Estudantes dotados com esse tipo de inteligência tendem a não se sair bem nos ambientes tradicionais de educação. Eles se saem melhor em escolas focadas em artes, design, cores e arquitetura. Esses estudantes se tornam artistas, designers de interiores, fashion designers e arquitetos.
  5. Musical: Essa inteligência é sensível à música, ritmo, afinação, melodia e timbre. Essas pessoas com frequência cantam e também tocam instrumentos musicais. Essa inteligência não se sai muito bem nos ambientes tradicionais de educação. Uma pessoa dotada com esse tipo de inteligência se sai melhor em ambientes musicais de aprendizado, como escolas de artes cênicas.
  6. Interpessoal: Esses indivíduos são comunicadores. Geralmente são populares e extrovertidos, demonstrando sensibilidade ao humor, aos sentimentos, temperamentos e motivações das outras pessoas. Quem é dotado dessa inteligência geralmente vai bem na escola, especialmente em situações onde sua popularidade é avaliada, como eleições para diretórios acadêmicos. Essas pessoas costumam se dar bem nas áreas de vendas, política, ensino e de trabalho social.
  7. Intrapessoal: Esta inteligência geralmente é chamada de inteligência emocional. Ela lida com auto-reflexão e introspecção. A inteligência emocional tem a ver com possuir um profundo entendimento de si mesmo, conhecendo seus próprios pontos fortes e fracos, o que o torna único, com capacidade de lidar com reações e emoções. Na verdade, a inteligência intrapessoal é essencial para o sucesso em praticamente todas as áreas e profissões.

Criando redes de múltiplas inteligências

Embora seja importante entender que tipos de inteligência são o seu ponto forte ou fraco, ainda é mais importante contar com os pontos fortes das outras pessoas para compensar os seus pontos fracos. Eu chamo isso de criar redes de múltiplas inteligências. 

Como disse, por exemplo, eu não era um bom aluno. Você pode achar isso estranho, já que sou um autor de livros que estão entre os mais vendidos e ensino sobre finanças, mas a chave para o meu sucesso é ter me rodeado de pessoas que são mais inteligentes do que eu. 

Como sempre digo, sou um autor de de “best-sellers”… não um escritor. Eu trabalhei por anos com outros escritores e editores para que me ajudassem a moldar minhas ideias para meus livros e artigos. Eles me ajudaram a dar forma aos meus pensamentos com sua inteligência verbal-linguística.

Da mesma forma, embora eu entenda o mecanismo das finanças, não queira você que eu cuide dos números em si. É por isso que eu conto com ótimos assessores para me ajudar com contabilidade, impostos e outras coisas. Eles usam sua inteligência lógica-matemática para me ajudar a enriquecer.

Meu pai rico sempre dizia: “Os negócios e a vida são esportes de equipe”. E uma das chaves para o sucesso é montar um time ou uma rede com múltiplas inteligências para ajudar a compensar seus pontos fracos.

A inteligência de sucesso que todos devem ter

Isso não quer dizer que eu não poderia aprender a ser um escritor melhor ou a cuidar da minha própria contabilidade. Poderia, mas não é a minha inteligência natural. Eu acredito que é muito melhor terceirizar aos outros que têm essas inteligências do que tentar desenvolvê-las eu mesmo.

Dito isso, há um tipo de inteligência de Gardner que todo mundo deve cultivar caso queira ter sucesso. É a inteligência intrapessoal.

Inteligência intrapessoal significa se comunicar consigo mesmo — ser capaz de falar com você mesmo e controlar suas emoções. Por exemplo, se alguém que está nervoso diz para si mesmo “Conte até dez antes de falar”, essa pessoa está exercitando a sua inteligência intrapessoal. Em outras palavras, fala consigo mesmo antes de abrir a boca e antes de deixar as suas emoções se manifestarem. Isso, infelizmente, não é algo que você pode terceirizar. Portanto, é algo que você tem que cultivar.

É a minha inteligência intrapessoal que me mantém vivo. A inteligência intrapessoal é a capacidade de controlar as emoções e fazer o que tem que ser feito, mesmo que represente risco à vida. Muitas pessoas não são bem-sucedidas financeiramente porque sua inteligência intrapessoal é fraca. O megainvestidor Warren Buffett costuma dizer: “Se você não pode controlar suas emoções, você não pode controlar o seu dinheiro”.

Pessoas com inteligência intrapessoal limitada costumam dizer: “Eu preciso de um trabalho seguro” ou “Isso soa arriscado”. Esses são exemplos de emoções controlando o pensamento, não de inteligência intrapessoal. Na verdade, hoje, diante da crise do coronavírus, muitas pessoas vão ser bem-sucedidas porque cultivaram a inteligência intrapessoal. Elas estão encontrando formas não apenas de sobreviver, mas também de prosperar nas circunstâncias atuais. As que estão passando por dificuldades provavelmente não têm essa inteligência e estão sucumbindo ao medo.

Todos nós conhecemos pessoas que são altamente emocionais. Em vez de pensar racionalmente, as pessoas altamente emocionais tendem a permitir que suas emoções controlem as suas vidas, com frequência dizendo ou fazendo algo do qual depois se arrependem. Vejo muitas pessoas fazendo isso nas redes sociais, se envolvendo em discussões com pessoas queridas sobre o coronavírus porque possuem opiniões diferentes… Com certeza já vi as pessoas fazerem isso comigo!

Essa incapacidade de dominar o eu acaba causando muitas brigas e dores de cabeça, enquanto os que adotam a inteligência intrapessoal são algumas das pessoas mais bem-sucedidas que você conhece.

Ter inteligência emocional não significa ser desprovido de emoções. Significa que você sabe que não tem problema sentir raiva, mas que não pode deixá-la sair do controle. Sabe que não tem problema sentir mágoa, mas que não pode fazer algo estúpido em nome da vingança.

Muitos de nós conhecemos alguém que é muito inteligente, digamos, em matemática, mas que permite que suas emoções prejudiquem outras esferas da sua vida. Vício é outro exemplo. Os vícios são geralmente causados pela falta de inteligência emocional. Quando frustrada, com raiva ou medo, uma pessoa pode comer, beber, fazer sexo ou usar drogas para aliviar a dor emocional. Algumas pessoas vão às compras quando entediadas e gastam o dinheiro que não têm.

Gerenciar emoções é essencial para ter sucesso

A essa altura, você pode querer perguntar a si próprio: quais das sete inteligências são meus pontos fortes? Você pode querer listá-las em ordem decrescente.

Avalie hoje como você gerencia as suas emoções. Você expressa o que está sentindo de forma inteligente, especialmente sob pressão? Ou você permite que suas emoções continuamente prejudiquem sua capacidade de ser bem-sucedido?

Se você quiser ser bem-sucedido na vida, você precisa ter uma inteligência emocional sólida, o que significa uma forte inteligência intrapessoal, porque as pessoas de sucesso são bem-sucedidas no gerenciamento de suas emoções, especialmente em situações de grande estresse.

Abraço,

​Robert Kiyosaki

Conteúdo Publicitário

“Você NÃO Precisa de Dinheiro para Ganhar Dinheiro”

Esse é o Segredo preferido de Robert Kiyosaki, o autor do best-seller Pai Rico, Pai Pobre.

Até hoje esse segredo estava escondido dos brasileiros, mas agora ele resolveu dividir esse e outros segredos com você!

Os 16 Segredos de Robert Kiyosaki agora estão disponíveis em uma coleção de vídeos GRATUITA e exclusiva para o Brasil chamada…

Você só precisa de alguns desses segredos para ter a chance de fazer uma renda extra mensal.

>>>> Clique Aqui Seu e Reserve Sua Vaga