fbpx

Mercado em Ação

DIRETO DE WALL STREET…

Evaldo Albuquerque

Caro leitor,

Se você está procurando um pouco de sossego e tranquilidade, certamente não será no mercado de ações que irá encontra-los nessa semana.

Com uma potencial recessão batendo à porta e a guerra comercial sem prazo para terminar, o mercado vai se tornando um antro de pessimistas e short-sellers.

O resultado não poderia ser outro senão um derretimento generalizado das ações mundo afora…

Donald Trump bem que tentou acalmar o mercado com uma série de tweets depois que o Dow Jones escorregou mais de 800 pontos na quarta-feira, mas foi o aumento das tensões em Hong Kong que ficou em primeiro plano.

Ademais, pode até ser que Trump seja capaz de acalmar a massa de investidores em relação às disputas comerciais com a China com um ou outro tweet. Nessa semana mesmo, o presidente foi só elogios ao governo chinês, afirmando que acredita na resolução dos entraves que estão combalindo a economia mundial.

Por outro lado, difícil mesmo vai ser explicar e convencer o mercado de que está tudo bem depois que a curva de juros dos títulos do Tesouro de 2 e 10 anos se inverteram, repetindo o script que antecedeu as recessões passadas.

Combinados com o receio de um cenário econômico enfraquecido na Europa e um confronto comercial entre Washington e Pequim, os mercados consideraram que a inversão da curva de juros é um bom motivo para reduzir suas posições em ativos de risco, razão pela qual poucas empresas ficam blindadas.

De fato, apenas para colocar em perspectiva, das mais de 500 empresas que compõem o índice S & P 500, apenas três fecharam a sessão de quarta-feira no campo positivo.

Aliás, no que diz respeito a notícias positivas, o Walmart Inc. (NYSE: WMT) divulgou fortes ganhos nessa semana e, caminhando no sentido contrário da maioria, impulsionou as cotações em direção às suas máximas históricas na manhã de ontem.

O Bitcoin, por sua vez, que se beneficiou em outros momentos de crise e turbulência dos mercados, continua relativamente estável por volta dos US$10 mil. Desde o final do mês passado, a criptomoeda não conseguiu manter o mesmo ritmo e o próximo ciclo de super valorização ficou para mais tarde.

O comportamento de Bitcoin nesses últimos dias, aliás, deixa mais do que claro que a criptomoeda parece mais muito mais uma classe especulativa do que um lugar propriamente seguro para se esconder nos momentos de agitação intensa dos ativos tradicionais.

Enquanto isso, o ouro – esse sim verdadeiramente um porto seguro – continua discretamente avançando à medida que as preocupações com o mercado de ações se intensificam.

É verdade que não houve nenhum movimento de arregalar os olhos nesta semana, mas o metal precioso continua renovando as máximas de 2019, tendo alcançado os US$1530 recentemente.

Abraços,

Evaldo Albuquerque


Conteúdo Publicitário

Não Compre Outra Ação Antes de Ver Este Vídeo!!

Se você já perdeu dinheiro investindo em ações, você sabe como é difícil derrotar o sistema, porque o jogo é manipulado contra você…

Para te ajudar, Robert Kiyosaki, autor do best-seller Pai Rico, Pai Pobre gravou uma coleção GRATUITA de vídeos onde mostra os 16 Segredos dos Milionários.

Em um desses vídeos, ele vai te mostrar a estratégia dos milionários para investir em ações – e você vai se surpreender com a informação.

Tudo isso você vai receber gratuitamente na Masterclass Segredos dos Milionários

>>>> Clique Aqui Seu e Reserve Sua Vaga <<<<