Foi dada a largada…

DIRETO DE SÃO PAULO…

Rafael Rabello

Caro leitor,

A temporada de resultados do segundo trimestre começa nesta semana, mas depois dos últimos dois anos de ganhos trimestrais sólidos e consistentes, o trimestre atual tende a ser menos empolgante para o investidor.

Até mesmo o Goldman Sachs se sentiu obrigado a enviar um comunicado aos seus clientes no início deste mês, alertando-os para o fato de que o segundo trimestre de 2019 pode ser o primeiro com resultados aquém do esperado no comparativo ano a ano desde 2016.

Mas, o que mudou? O que há de errado com as empresas para que seus ganhos tenham diminuído?

Há três coisas importantes:

# 1: O crescimento econômico doméstico e global está diminuindo

O crescimento dos EUA ainda está aumentando, mas o ritmo de crescimento que vimos em 2018 diminuiu notavelmente. Conforme comentamos em outras oportunidades, isso é o que tem levado Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, a considerar um corte nas taxas de juros no final deste mês.

O crescimento na Europa e na Ásia também está comprometido e isso tem um impacto imediato nas empresas com sede nos EUA que fazem negócios em todo o mundo.

# 2: salários crescentes

De maneira geral, apesar dos salários estarem aumentando nos Estados Unidos, naturalmente também estão influenciando os resultados finais das empresas que, sob esse aspecto, passaram a ter um custo maior.

Ademais, considerando que o valor por hora aumentou, em média, 3% em cada um dos últimos oito meses, as empresas estão começando a sentir o aperto.

# 3: a guerra comercial entre os EUA e a China

O presidente Trump diz que a China está gastando bilhões de dólares com os EUA por conta das tarifas impostas sobre os produtos importados de lá, mas isso não reflete a realidade.

Na verdade, alguns produtos ficaram mais caros, mas é o usuário final – o consumidor americano – quem está pagando o preço.

De acordo com o Goldman Sachs, se as atuais negociações entre os EUA e a China forem interrompidas e o presidente Trump impuser uma nova tarifa de 25% sobre as importações chinesas, as estimativas atuais de Wall Street para o S & P 500 podem ser reduzidas em até 6%.

Claro que alguns setores continuarão fortes e apesentando crescimento, mas de maneira geral é bom conter o entusiasmo, pois em alguns casos os balanços podem ser decepcionantes.

Abraço,

Rafael Rabello


Conteúdo Publicitário

Não Compre Outra Ação Antes de Ver Este Vídeo!!

Se você já perdeu dinheiro investindo em ações, você sabe como é difícil derrotar o sistema, porque o jogo é manipulado contra você…

Para te ajudar, Robert Kiyosaki, autor do best-seller Pai Rico, Pai Pobre gravou uma coleção GRATUITA de vídeos onde mostra os 16 Segredos dos Milionários.

Em um desses vídeos, ele vai te mostrar a estratégia dos milionários para investir em ações – e você vai se surpreender com a informação.

Tudo isso você vai receber gratuitamente na Masterclass Segredos dos Milionários

>>>> Clique Aqui Seu e Reserve Sua Vaga <<<<


 

DIRETO DE WALL STREET…

Evaldo Albuquerque

Caro leitor,

Apesar da desaceleração do crescimento global, dos salários mais altos e de uma guerra comercial com a China, o S & P 500 renovou sua máxima histórica na semana passada.

Tenho certeza que você está se perguntando como isso é possível.

A resposta é que os preços das ações não acompanham a economia em cada uma de suas variações. Pelo menos não a curto prazo.

Portanto, se o crescimento continuar a desacelerar e a guerra comercial com a China piorar, duvido que o mercado de ações continue alcançando novas máximas por muito mais tempo.

Mas, se você está preocupado em saber o que fazer para ganhar dinheiro caso a economia continue a desacelerar, não fique!

Ao investir em um portfólio diversificado de empresas de tecnologia e de biotecnologia, juntamente com as empresas tradicionais de valor que estão subestimadas e uma seleção de companhias da indústria da maconha, você já está idealmente posicionado para ter bons retornos.

Basicamente é dessa maneira que a nossa carteira atual está montada…

Empresas como essas continuarão aumentando suas vendas e receitas, independentemente do que está acontecendo entre os EUA e a China.

Na verdade, se por alguma razão essas ações acompanharem o mercado e recuarem junto com ele, sugiro que você reforce todas essas posições comprando-as com um super desconto.

Os principais investimentos do Money Connection estão voltados para as novas tendências…

Intenet das Coisas, 5G, inteligência artificial, segurança cibernética, realidade virtual e aumentada, computação quântica, computação em nuvem, etc.

Eventualmente, em menor ou maior nível, todas estão sujeitas a oscilarem com os principais índices de ações, mas estamos investindo em empresas que têm um plano de crescimento de três, cinco e até 10 anos.

A construção de riqueza e de patrimônio não é feita em dias ou semanas, mas ao longo de meses e anos.

Estamos no caminho certo.

Abraços,

Evaldo Albuquerque


Conteúdo Publicitário

CUIDADO! NÃO COMPRE AÇÕES DA APPLE

Caro Leitor, descobrimos um novo Projeto Revolucionário da Apple que promete desbancar o iPhone…

E uma ação pouco conhecida vai ser a maior beneficiada neste projeto…

Se você se posicionar AGORA…

Isso pode fazer seu capital crescer até 8.120,77% nos próximos anos.

Muita gente ficou rica quando a Apple lançou o iPhone, e agora pode ser a sua vez!

>> Clique Aqui para Lucrar Com o Novo Projeto da Apple <<<