No centro do debate

DIRETO DE WALL STREET…

Evaldo Albuquerque

Caro leitor,

No próximo ciclo eleitoral, a discussão sobre a legalização da maconha, antes trancafiada a sete chaves nos porões do congresso americano, estará no centro do debate.

Os candidatos mais à esquerda perceberam que este tópico é uma fraqueza do ex-vice-presidente Joe Biden e, portanto, poderá tornar-se uma questão central daqui em diante.

Outra questão é que, embora muitos dos candidatos tenham sido considerados pró-maconha, poucos propuseram efetivamente uma política sobre o tema.

Sob esse aspecto, não se pode criticar o senador Bernie Sanders que declarou o seguinte na semana passada:

“Quando concorri à presidência pelos democratas em 2016, falei sobre um sistema de justiça criminal falido que conduz à prisão mais pessoas do que em qualquer outro país”.

E continuou:

“E o que eu peço agora é a legalização da maconha na América.”

“A classificação e manutenção da maconha dentro do Schedule 1 é insano. A heroína é uma droga assassina. Você pode argumentar as vantagens e desvantagens da maconha, mas a maconha não é heroína. Então, temos que acabar com isso e é isso o que farei como presidente dos Estados Unidos. Acredito que podemos fazer isso por meio de uma ordem executiva e eu farei isso. ”

Obviamente que ainda é muito cedo para avaliar quem vencerá a eleição de 2020. Por ora, especialmente se a economia continua forte e segurando o rojão de todo o resto, o atual presidente Donald Trump tem grandes chances de manter-se na cadeira do executivo.

Neste caso, vale lembrar que Trump tem sido relativamente indiferente sobre a regulamentação da maconha durante todo o seu tempo no cargo.

Mas a verdade é que, cedo ou tarde, a expectativa é pela legalização da maconha recreativa e medicinal em todos os estados americanos.

Por muitos, a indústria da maconha é visto como um processo irreversível, pois tem uma enorme capacidade de capitalização e de geração de lucros para empresas e governo.

Ao que me parece, tudo é uma questão de tempo, razão pela qual o investidor que deseja aproveitar o próximo ciclo de crescimento do setor, deve se posicionar o mais rápido possível.

Depois, quando as opções se tornarem escassas ou já tiverem se valorizado muito (já vimos isso acontecer), será tarde para participar da festa.

Disponha de uma pequena quantia e procure alocar esses recursos nas empresas que acreditamos que possuem maior potencial para se beneficiar dessa onda verde.

Abraços,

Evaldo Albuquerque


Conteúdo Publicitário

As TOP 3 Ações para Você Comprar HOJE

Assim que a Reforma da Previdência for aprovada, a Bolsa de Valores deve subir horrores.

Esse é o gatilho que o investidor estrangeiro está aguardando ser disparado para inundar o Brasil com bilhões de dólares.

Mas para lucrar com isso…

Você precisa saber quais são as 3 ações que os gringos estão de olho!

Veja Aqui as 3 Ações Queridinhas dos Gringos